Os motivos ocultos porque você ainda não conseguiu perder peso

motivos-ocultos-perder-peso


Se você está fazendo tudo “certo”, mas ainda assim, não consegue perder esses quilos teimosos, então estes são os fatores que você pode precisar de considerar.

Você já ouviu falar mil vezes:  perder peso é simples, apenas coma menos e faça mais exercícios, certo? Bem, talvez não seja tão simples assim.

Existem muitos fatores a ter em conta para manter um peso saudável, e a sua incapacidade de fazê-lo pode ser o resultado de algo diferente do que simplesmente estar a comer demasiado carboidratos.
Pesquisas recentes sugerem que o ganho de peso e a obesidade não são apenas causados por uma predisposição genética ou por comportamentos alimentares e de estilo de vida, mas também são afetados por fatores ambientais modernos. Veja a lista.

Você não está dormindo o suficiente

A falta de sono pode dificultar os seus objetivos de perder peso. A privação do sono retarda seu metabolismo e afeta os hormônios que controlam a fome, a leptina e a grelina.

A Leptina diz ao seu cérebro para parar de comer, enquanto a grelina, produzida no estômago, estimula a fome. Pesquisas sugerem que o sono inadequado está associado a baixos níveis de leptina e a altos níveis de grelina o que se traduz em ganhos de peso.

A solução: desligue o telefone e o laptop. Em vez disso, concentre-se numa boa noite de sono: Tente ir para a cama cedo, certifique-se de que o seu quarto está escuro e arejado , evite o álcool e refeições pesadas antes de dormir.

Você está comendo açúcares escondidos

Os açúcares escondidos estão em toda parte. Os maiores culpados incluem barras de muesli, cereais para o café da manhã, bebidas esportivas e molhos. Mesmo certas marcas de manteiga de amendoim possuem açúcar. Então, qual é o problema? Os açúcares adicionados são considerados mais prejudiciais para o seu peso e saúde geral do que a gordura dietética, e contribuem para condições que incluem cáries dentárias, diabetes, doenças cardíacas e obesidade.

 

 

Solução: Leia os rótulos e evite produtos com grandes quantidades de açúcar adicionado. No rótulo os açúcares adicionados podem ser listados como xarope de milho, sacarose, malte, glicose, melaço, frutose, maltose ou concentrado de suco de frutas.

Você está a contar calorias e não está a pensar nos nutrientes

Não há dúvida de que as porções precisam ser menores para perder peso. No entanto, ficamos tão obcecados com o controle de calorias que muitas vezes ignoramos o aspecto mais importante dos alimentos – os nutrientes.

Solução: pense na qualidade. Não se concentre apenas nas calorias. Em vez disso, escolha alimentos com nutrientes e nutra seu corpo com as vitaminas, minerais e antioxidantes encontrados em frutas, vegetais e alimentos não processados.

Você passa demasiado tempo sentada

Assistir à novela, fazer trabalhos sedentários ou perseguir antigos amores no Facebook está muito longe do tipo de atividades que faziam os nossos antepassados. Você pode pensar que você está muito ocupado para se exercitar, mas a realidade é que estamos destinados a nos movimentar.

Solução: É aconselhado que as pessoas que trabalham demasiado tempo sentadas a levantarem-se várias vezes ao longo do dia, de preferência uma vez por hora, para estimular a circulação do sangue e a fazer alguns exercício de alongamento muscular.
Além disso, outras dica para quem trabalha em escritórios e passa mais de 3 horas sentado é ir beber água ou ir ao banheiro a cada 2 horas e trocar o elevador pelas escadas.

Você não tem tempo para cozinhar

Ter um estilo de vida ocupado combinado com a facilidade de hoje em dia comer fast food, resulta em menos refeições caseiras. Agarrar o café da manhã em qualquer lugar ou ir jantar constantemente a restaurantes não é bom para você.

 

 

Solução: Defina uma meta para tentar uma refeição nova e saudável uma vez por semana. Sempre que você fizer uma refeição, faça extra e congele várias porções, para aqueles dias em que você não tem tempo para cozinhar.

Você pode estar com problemas hormonais

Condições hormonais como hipotireoidismo, síndrome do ovário poliquístico e resistência à insulina podem causar ganho de peso e dificultar a perda de peso.

Solução: fale com o seu médico de faresistência à insulina Se você tiver alguma dessas condições, a dieta pode ajudar. Exclua os carboidratos refinados e aumente a ingestão de proteínas, legumes, algas marinhas e ácidos graxos essenciais de boa qualidade.

Você não está comendo gorduras saudáveis em quantidade suficiente

Durante décadas, a gordura dietética foi considerada o inimigo quando se tratava de perder peso. Mas, curiosamente, desde a introdução de produtos com baixo teor de gordura, observamos um aumento da obesidade em todo o mundo.

Solução: Perca a sua visão negativa sobre a gordura e inclua uma pequena quantidade de gorduras “boas” em cada refeição. Os ácidos gordos essenciais que se encontram no óleo de linhaça, peixes, nozes e sementes não só ajudam você a sentir-se cheio, mas também facilitam a perda de peso.

Você acredita nas campanhas de marketing dos alimentos processados

O marketing dos alimentos processados pode ser confuso. Em um pacote pode ler-se “fonte de cálcio” ou “sem corantes artificiais”, mas ainda assim, pode ser embalado com açúcar.

 

 

Solução: Leia a lista de ingredientes. Se o açúcar estiver nos três primeiros ingredientes ou tiver produtos químicos que você não tenha ouvido, não o compre.

Seu corpo tem um ponto de ajuste

A teoria do ponto de ajuste diz que nosso corpo está programado para ter um certo peso e lutar para ficar lá. Isso pode explicar por que a restrição de calorias por si só não produz perda de peso a longo prazo.

Solução: a perda constante de peso através de uma dieta equilibrada e exercício é a única maneira comprovada de diminuir o seu ponto de ajuste. Aponte para uma perda de um quilo por semana e dê tempo ao seu corpo para se ajustar.

BAIXE AGORA GRÁTIS O GUIA
OS 10 MELHORES SUCOS DETOX PARA EMAGRECER COM SAÚDE!!